Navegação
Projetos
Conselho Municipal do Patrimônio Cultural
 
Você está aqui: Página Inicial Notícias VI Conferência Municipal de Assistência Social
Ações do documento

VI Conferência Municipal de Assistência Social

Foi realizada no dia 04 de agosto de 2015 a VI Conferência Municipal de Assistência Social de Espera Feliz.

VI CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE ESPERA FELIZ

 

A Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), assim como a Norma Operacional Básica do SUAS (NOB/SUAS 2012) definem que as conferências de assistência social são instâncias que têm por atribuições a avaliação da política de assistência social e a definição de diretrizes para o aprimoramento do SUAS, ocorrendo no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. 

 Importante ressaltar que a realização de uma Conferência não é algo isolado, mas é parte de um processo amplo de diálogo e democratização da gestão pública. Por esta razão, a participação popular e, principalmente à presença dos usuários é fundamental para que as Conferências cumpram as suas atribuições legais.

Neste sentido foi realizada no dia 04 de agosto de 2015, a VI Conferência Municipal de Assistência Social de Espera Feliz, tendo como tema central: “Consolidar o SUAS de vez rumo a 2026”  e como o lema: “Pacto Republicano no SUAS rumo a 2026 – O SUAS que temos e o SUAS que queremos”.

O evento aconteceu no espaço de festa Zaap, entre os horários de 12:30 horas às 17:30 horas. A abertura se deu com a composição da mesa com autoridades presentes, em seguida houve uma fala da Gestora Municipal de Assistência Social Alba da Silva Barbosa, que explanou sobre “O avanços do SUAS no município de Espera Feliz”  e logo após a palestra magna foi realizada pela assistente social Maria Aurea Rezende Cordeiro da cidade de São José dos Calçados – especialista em   política social e serviço social e  gestão em saúde pública.

Depois da palestra foram formados grupos como um espaço amplo e democrático de discussão e articulação coletivas entorno de propostas e estratégias de organização. A principal característica é reunir governo e sociedade civil organizada para debater e decidir as prioridades nas políticas públicas nos próximos anos.

 

As propostas levantadas no grupo foram apresentadas a plenária da conferência e apreciada para votação pelos Conselheiros Municipais de Assistência Social. Tais propostas são encaminhadas para a estância Estadual e em seguida para Federal, tornando-se assim objeto de apreciação para melhorias dos serviços socioassistenciais de nosso país. 


Banners